O cristão deve comemorar o Natal?

05:34 Diego Borges 0 Comentarios


Há séculos se debate se os cristãos devem ou não comemorar o Natal. O motivo é a constante associação da data escolhida (25/12) com o culto pagão ao deus-sol. Nesta data os povos antigos celebravam a saturnália e o solstício de inverno. O nome saturnália refere-se ao deus saturno ou as festas em sua honra.


Jesus foi identificado nos primeiros séculos com o deus-sol. Tertuliano, um dos principais teólogos da época já ensinava que o sol não era o Deus dos cristãos. O costume de trocar presentes era, segundo Tertuliano, parte da saturnália. Portanto, o costume de dar presentes de natal não é originalmente ligado ao relato de Jesus recebendo algo dos magos.
A Igreja Católica oficializou a celebração de Natal no terceiro século e o que era pagão, foi cristianizado. Com a reforma protestante, a maioria dos costumes de final de ano foram preservados.

No Brasil, o apóstolo Rene Terra Nova tem divulgado uma campanha de “esclarecimento”. Em seu site oficial, ele publicou um longo texto intitulado “Por que não celebramos o Natal”, onde aponta uma série de motivos pelos quais os cristãos não deveriam celebrar a data. Ele escreveu:

“O Natal, atualmente comemorado em 25 de Dezembro, é uma festa pagã e não tem a aprovação de Deus; Jesus não está nesse negócio. Uma festa que nada tem a ver com Jesus, é pagã. Não é agradável ouvir essas coisas, mas precisamos arrancar toda mentira na qual estávamos vivendo… Jesus não está aí, tal adoração é para um santo católico chamado Nicolau, que é Papai Noel. A aceitação é quase cem por cento, porque incutiram isso na nossa mente quando éramos crianças. Mas, Deus levantou um povo para desmascarar o inimigo. Deus quer nos ver esclarecidos e em equilíbrio espiritual. Todo esse paganismo não é um equívoco, é uma mentira. Equivocar-se com algo é uma coisa, mas conscientemente fazer uma aliança com o inimigo, com a idolatria e com os deuses pagãos, não é um equívoco; ensinar tudo isso para as nações da terra é querer enganá-las e prendê-las debaixo de um jugo. Roma fez isto. Iludiu as nações da terra pelo mesmo principado que agia desde a Babilônia”.
Para Terra Nova, é uma questão espiritual e que todo cristão deveria estar alerta para o que realmente acontece nessa época do ano, reiterando que “muitos resistiram e morreram durante esse contexto histórico, porque não se submeteram a tamanha aberração, dizendo que não aceitavam o paganismo. Cristãos europeus também resistiram e muitos, ao longo da história, morreram ao fio da espada ou enforcados, e o argumento de Roma era que eles não eram cristãos”.


O teólogo Augustus Nicodemus, por sua vez, já publicou diversos estudos sobre o assunto. A opinião dele, e dos evangélicos mais conservadores é que o foco não deveria estar na data e sim na pessoa de Jesus. Embora reconheça que a data do nascimento não é 25 de dezembro, a questão principal está relacionada com o significado da vinda de Jesus, o Salvador.

Fonte: GospelPrime

0 comentários:

Obrigado por comentar. Deus abençoe sua vida!

Postagem mais recente Página inicial Postagem mais antiga